XI Jornada Paranaense de Psiquiatria

Publicado em:  15/04/2018

A Saúde Mental é temática recorrente, especialmente nos dias de hoje em que a utilização frequente de novas tecnologias, a falta de hábitos saudáveis e a rotina estressante da maioria das pessoas faz com que aumente a incidência de algumas doenças, como depressão, ansiedade, transtornos sociais e demências químicas e também tecnológicas. Neste sentido, os profissionais que atuam nessa área precisam constantemente de atualização científica. Por isso, há mais de dez anos a Associação Paranaense de Psiquiatria - APPSIQ realiza um evento que reúne os especialistas do Estado e demais profissionais que atuam na área da Psiquiatria e da Saúde Mental para trocar experiências e compartilhar conhecimentos com colegas de profissão. Com apresentação de conferências com renomados médicos brasileiros e mesas de debates entre especialistas na área, a Jornada Paranaense de Psiquiatria tem sempre o objetivo de difundir, discutir e aprofundar o conhecimento científico da prática clínica, novos medicamentos e tratamentos, e dilemas ético-profissionais. A última edição do evento, realizada em setembro do ano passado em Londrina, foi considerada um marco histórico das Jornadas Paranaenses, pois tornou-se o maior encontro da especialidade do Paraná, reunindo mais de 300 participantes e conferencistas de renome nacional e internacional - além do cantor, compositor e escritor Lobão. Em 2018, a XI Jornada Paranaense de Psiquiatria acontecerá concomitantemente com o  I Simpósio Internacional da Associação Psiquiátrica da América Latina – APAL / Brasil, está prevista para ser realizada em Foz do Iguaçu, nos dias 02, 03 e 04 de agosto, e a estimativa é reunir em torno de 700 participantes. O evento já conta o apoio da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), da Associação Psiquiátrica da América Latina (APAL) e da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (ABPMC). Além disso, a XI Jornada Paranaense de Psiquiatria tem apoio do Iguassu Convention & Visitors Bureau e da Secretaria Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu e, como já é tradição, certamente será apoiado pelo Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) e pela Associação Médica do Paraná (AMP). A programação já está sendo definida pela comissão científica, que além dos diretores da Associação Paranaense de Psiquiatria – APPSIQ, conta com o reforço dos vários psiquiatras da região de Foz do Iguaçu. Confira a programação preliminar clicando aqui.


TAGS


<< Voltar