XI Jornada Paranaense de Psiquiatria reuniu mais de 400 participantes

Publicado em:  08/08/2018


A XI Jornada Paranaense de Psiquiatria e o I Simpósio Internacional da Associação Psiquiátrica da América Latina Apal Brasil, trouxeram os maiores especialistas do Brasil em assuntos relacionados à psiquiatria e o comportamento humano.  

O evento realizado em Foz do Iguaçu, no oeste do Estado, teve cerca de 400 inscritos, se consolidando como o maior encontro organizado pela Associação Paranaense nesses 50 anos de atividade.

Durante os três dias de palestras e discussões, os participantes que vieram de 15 estados e outros 4 países, puderam acompanhar palestras de profissionais que são referências em temas comuns ao trabalho de Psiquiatras, médicos de outras especialidades, psicólogos e outros profissionais da saúde.

O professor titular e diretor da USP , Dr. Wagner Gattaz elogiou os temas escolhidos pela organização do evento. “São todos temas de interesse tanto de médicos quanto de quem atua nas mais vastas profissões, disse Gattaz.

Autismo foi pauta em várias palestras, Rodrigo Tramonte, escritor, cartunista e caricaturista foi um dos mais prestigiados durante o evento. Além de falar para um platéia lotada, ele apresentou o livro escrito por ele, onde conta com bom humor o lado engraçado de ser autista. “o evento se preocupou em trazer não apenas o médico ou o psicólogo para falar, a XI Jornada trouxe também o paciente, fato raro” falou Rodrigo.

Alex Meschini, ex jogador profissional de futebol, foi convidado para falar sobre depressão. Tanto para o público, quanto para a imprensa, durante às entrevistas, Alex abriu o jogo sobre como é difícil encarar esse problema sendo uma pessoas famosa.


O presidente eleito da Associação Psiquiátrica da América Latina - APAL , Antônio Geraldo da Silva, definiu o evento como Maravilhoso. Perfeito. Opinião bem parecida com a da médica psiquiatra Andréa Campelo, “saio dessa edição, já pensando na próxima, que com certeza será maior e com ainda mais opções” disse a participante.


Doutor Júlio Dutra, vice presidente da Associação Paranaense de Psiquiatria - APPSIQ/Norte e presidente da jornada, disse que a Associação Paranaense sente-se orgulhosa de ter realizado esses importantes encontros, e que tudo foi um trabalho feito em conjunto com outras pessoas. “é preciso agradecer a todos os envolvidos, aos participantes, apoiadores, autoridades, pessoal da organização e principalmente a direção da Associação Paranaense de Psiquiatria por ter nos credenciado a presidir este evento. Deixo aqui também o nosso agradecimento a Associação Brasileira de Psiquiatria- ABP e Associação Psiquiátrica da América Latina - Apal, por terem acreditado e chancelado este evento no Paraná”.


Texto: Rodrigo Licurgo


TAGS


<< Voltar