Projeto “Viva a Vida”, em Guarapuava, retoma palestras de prevenção ao suicídio

Publicado em:  27/02/2020


Com o objetivo de ajudar a prevenir o suicídio entre os jovens, o médico psiquiatra José Cleber Ferreira, de Guarapuava, vice-presidente centro da Associação Paranaense de Psiquiatria (APPSIQ), retoma as palestras na rede estadual de ensino a partir da primeira semana de março. Os colégios estaduais Cristo Rei e Dom Pedro I serão os primeiros da agenda de 2020 do projeto Viva a Vida, desenvolvido de forma voluntária através de explicações sobre depressão, suicídio, como identificá-los e preveni-los.

Em 2019, a iniciativa realizou 30 palestras para um público aproximado de 4 mil pessoas e evidenciou a carência de esclarecimentos sobre o assunto. “A avaliação é muito boa e, ao mesmo tempo, surpreendente, por vermos o quanto os jovens estão sedentos por informações, o quanto eles querem ajudar seus colegas e precisam saber como fazer isso. Então, tem sido muito gratificante poder ajudar neste sentido”, destacou o médico. 

A ideia é que, através das informações obtidas nas palestras, os adolescentes possam identificar colegas com mudanças de comportamento e orientar pela busca a profissionais especializados. E, se houver casos de quadro depressivo, o adolescente poderá ser devidamente tratado. “Nós sabemos que de cada seis pessoas com depressão, uma comete suicídio, então, se tratarmos a depressão, diminuímos este risco”, explicou o psiquiatra. 

De acordo com Cleber, a melhor ferramenta de prevenção ao suicídio é a informação e, cada vez mais, a saúde mental tem sido imprescindível para o desenvolvimento dos jovens tanto na vida pessoal quanto na profissional. 



<< Voltar